5 DICAS DE COMO PASSO PELO BLOQUEIO CRIATIVO



De acordo com o site de pesquisa Wikipédia: Writer’s Block, também intitulado como bloqueio criativo, é um fenômeno envolvendo a perda temporária da habilidade de continuar a gerar conteúdo, geralmente por falta de inspiração ou criatividade.

Pode acontecer com qualquer um, principalmente com profissionais que trabalham diretamente com a criatividade, como por exemplo, músicos, artistas e escritores. E é bem provável que aquele que lê esse texto já tenha passado pelo bloqueio criativo ou esteja passando por isso.

Você pode passar horas, dias ou semanas tentando se concentrar em fazer seu cérebro funcionar, mas o período destinado à produção não sai como planejado. É como sentar em frente ao computador, abrir uma página em branco do Word e ainda assim não saber o que fazer para começar algo novo.

O bloqueio criativo também pode resultar de uma saúde mental abalada, bem como afetá-la. A frustração e a raiva podem levá-lo a perder expectativas em relação ao projeto, mesmo se a sua realização for muito importante.

E como se pode vencer o bloqueio criativo? Bom, eu ainda não tenho uma fórmula mágica para passar com efetividade o bloqueio, mas existem passos e atitudes que contribuem para estimular a minha criatividade e me tirar da zona de conforto.

1) REMOVA AS DISTRAÇÕES DAS REDES SOCIAIS

Já parou para pensar quanto tempo você gasta só rolando o feed das redes sociais? Quantas redes sociais você tem? Quantas dela você utiliza? Ou quantas dela te trazem algum conteúdo de qualidade?

Muita gente acha que rede social é uma forma de descansar a mente e passar o tempo, pelo contrário a rede social pode causar bloqueio criativo por conta dos conteúdos repetitivos.

Há pouco tempo senti minha criatividade ser reduzida drasticamente e ainda me sentia desanimada porque a minha rede social ao lado (uma extensão do blog) não ganhava a mesma atenção que recebo por aqui com os artigos que faço publicação. Por conta disso, lá veio o bloqueio criativo novamente e o desânimo bater a porta.

O que fiz para reverter a situação? Bom, eu passei uma semana fora das redes sociais e ainda desliguei as notificações, basicamente passei um tempo off. Me senti bem de certa forma e aos poucos o ânimo vem retornando para criar os conteúdos dos quais gosto de abordar e tantos outros que passei a falar com mais propriedade.

2) NÃO TENTE SER MULTITAREFA

Diga “olá” a produtividade tóxica!

Descansar faz bem e mantêm a mente arejada e descansada para criar algo novo.

Por vezes ficamos obcecados em passar o tempo todo produzindo, achando que estamos vencendo a procrastinação. Só que dessa forma cansamos o corpo e a mente, por consequência nos sentimos frustrados por não conseguir criar algo.

Eu, particularmente, gosto (e aprendi) de meditar. Costumo fazer meditações de 15min até. Descobri que mantém minha mente focada e até mais aberta e tranquila para o dia a dia agitado que levo.

3) CRIE UMA ROTINA E FAÇA PAUSAS

Diga “olá” a uma produtividade saudável!

Criar uma rotina, condizente com nosso dia a dia, nos faz enxergar os nossos horários e entender em que melhor horário funcionamos.

Eu, por exemplo, gosto de ler no meu horário de almoço do serviço (geralmente leio artigos da faculdade ou livros das matérias que estou estudando no momento) e então costumo tirar uns minutinhos de meditação, já um pouco antes de dormir gosto de ler algo literário, me ajuda a descansar a mente e relaxar para dormir. Como costumo ter uma TBR por mês, então tenho sempre uma ficção para ler.

Sempre tenho ânimo para isso? Não. Mas depois de tanta constância com a rotina que passei a ter e as pausas que faço meio que se torna automático.

Pela manhã, por exemplo, eu gosto de preparar meu café, meu misto quente completo, ouvir um podcast, ou ler um livro, e sentar para apreciar meu pequeno momento da manhã.

4) SAIA DA SUA ZONA DE CONFORTO

Como podemos fazer isso?

Bom, pode começar com pequenas atitudes, por exemplo, se gosta de assistir a filmes de romance, mude um pouco e assista a filmes de suspense ou ação.

Se não é uma pessoa que gosta de sair de casa, resolva hoje fazer uma caminhada ao ar livre, observando os locais por onde passa, prestando atenção nas pessoas que passam por ali. Ou até mesmo, para aqueles que não possuem um hábito de escrita, procure criar um diário.

Eu, como sendo escritora e criadora de conteúdo, tenho uns hábitos próprios que não tinha: fiz um diário/ bujo de colagem esse ano, para terminar de escrever a minha história “Escola para Super Heróis” estipulei uma meta de um capítulo por mês, mantenho uma lista de conteúdos que tive ideias para escrever e publicar, tenho uma lista de filmes variados que quero assistir, e ainda monto uma TBR com pelo menos 5 livros para ler por mês.

A zona de conforto bloqueia a nossa capacidade de criar, inventar e produzir algo novo.

5) PESQUISE E BUSQUE SOBRE REFERÊNCIAS

Passei a fazer isso após criar uma conta no pinterest.

Houve uma época que pesquisei até mesmo ideias de postagens para instagram e blog, buscando trazer algum conteúdo diferente e que estaria dentro daquele nicho a qual publico.

Pesquisar, buscar referências, estimula a criação. Faz com que o nosso cérebro busque criar algo novo, trazer qualidade e etc.

Dessa forma aprendemos até mesmo algo novo, porque acabamos caindo em conteúdos escritos e produzidos por outras pessoas com ideias bem diferentes daquelas a qual estamos acostumados.

O bloqueio criativo não está presente apenas em profissionais que trabalham com artes, músicas, e escrita, é um momento que pode acontecer com qualquer profissional, de qualquer área. Muitas empresas buscam profissionais com capacidade criativa. São profissionais que possuem ideias que visam melhorar a operação da empresa e soluções para os problemas que venham a acontecer.

Então, todo e qualquer profissional precisa cuidar da sua capacidade criativa para se sair bem no cargo em que está ou no empreendimento que toca a frente. E você, como anda sua capacidade criativa hoje?

Postar um comentário

7 Comentários

  1. Muito legal a sua postagem :)
    Trabalhei durante 10 anos com anúncios para o jornal o Globo e as ideias tinham que fluir toda semana, então eu tentava sempre planejar algumas ideias e já deixá-las prontas ;)
    Hoje em dia continuo na área de design e publicidade, mas sem a pressão dos anúncios de jornais, apesar de gostar muito de toda aquela euforia :D
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa | Instagram | Facebook | Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita! Trabalhar nessa área é preciso manter a mente criativa quase que constantemente.
      Fico feliz que tenha gostado da forma como o assunto fora abordado.
      :)

      Excluir
  2. Amei !! Estás dicas são essenciais para Bloqueio criativo

    https://estilopropriobysir.com/

    ResponderExcluir
  3. Bloqueio criativo é horríveeeeeeeeeel! Só quem já passou por isso, sabe.
    eu amei seu post, são dicas incríveis e que de fato ajudam muito

    beijos
    meu blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, bloqueio criativo é muito ruim mesmo. Só quem passa, sabe bem como é.

      Excluir
  4. Oi karolini! Nada atrapalha mais a vida da gente que escreve que esses bloqueios né. Quem nunca? Já sofri muito com isso, mas hoje quando aparece eu tento tirar um tempinho pra respirar, faz bem.

    Gostei muito da dica das redes sociais, as vezes a gente passa tanto tempo conectada que cansa um pouco nossa mente. adorei

    Beijos!
    Serenar

    ResponderExcluir
  5. Oie ! Muito chato quando isso acontece, adorei as dicas.

    www.blogresenhando.travel.blog

    ResponderExcluir