E AGORA QUE OS 27 CHEGOU? (MAIS PRÓXIMA DOS 30)

FOTO/ REPRODUÇÃO JEREMY BISHOP

Parece que foi ontem que fiz 17 anos, mas já tem 10 anos isso e o tempo tem passado voando. Muitas coisas mudaram desde aquela época – eu era uma garota, hoje eu sou mulher. Com os anos batendo a porta e entrando sem pedir licença, a idade vem chegando e a sabedoria só aumentando.

Às vezes gostaria de voltar a adolescência, mas daí paro e penso que não. Olho para trás e fico reflexiva sobre atitudes que tomei e o quanto hoje estou mais madura – e mais casca grossa, é claro. Naquela época eu não sabia metade do que sei agora e ainda sim não mudaria nada, porque se sou o que sou hoje devo a quem fui ontem.

O QUE APRENDI ATÉ AQUI?

Aprendi a não me importar com o que pensam sobre mim. Isso dói? Sim. Mas é necessário. Passamos muito tempo achando (quem acha não acha nada) que devemos agradar a todos, sem restrições e esquecemos de nós mesmos. Passei muito tempo pensando e tentando agradar a muita gente, hoje a única pessoa que me importa agradar é eu mesma. E isso não me parece nenhum pouco de egoísmo.

Aprendi a não me julgar ou julgar o próximo. Aos poucos vou retirando de mim essas atitudes que não me vestem mais. Passei muito tempo me maltratando e me julgando, hoje busco me abraçar com carinho e aceitação. A vida, por si só, já é por demais difícil para ficarmos dificultando as nossas vivências ainda mais. E se não me julgo, consequentemente não julgarei meu próximo também.

A sabedoria vem com as experiências boas e ruins. Nós só crescemos com o tempo, e passamos muito tempo vivendo. Passei a viver com maior sabedoria quando descobri que só poderia acertar quando estava me arriscando, e correr riscos envolve errar e acertar. Bom que sempre tem alguém para nos mostrar o caminho, se estivermos abertos a olhar.

TUDO PASSA. Do ano passado para esse foi muito difícil para todos. E para mim não foi diferente. Houve os bons momentos, mas também houve os ruins. Chico Xavier tinha uma frase, com apenas duas palavras, para se lembrar todos os dias: TUDO PASSA. Tempos bons e ruins possuem seu prazo de validade.

Sair da ZONA DE CONFORTO é importante. Não dá para crescer e amadurecer permanecendo onde está, é preciso se arriscar. Sair da zona de conforto é necessário. Perdemos ótima experiências, às vezes, pelo simples medo de tentar.

Postar um comentário

2 Comentários

  1. Só aprendizado lindo! Confesso que eu tento ao máximo não julgar o próximo, mas é difícil, viu? Vivo me dando broncas por isso. E sobre me julgar: eu ainda pego pesado comigo mesma, hehehe. Mas a gente vai tentando melhorar :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O pior julgamento é o com nós mesmos, porque não aliviamos nem um pouco. huahuahuahua
      Mas aos poucos vamos aprendendo.

      Excluir